[notícias] Camisinha vegana faz sucesso e empresa fatura 5 milhões de Euros.

Preservativo sem matéria prima proveniente de animais já vendeu mais de 4,5 milhões de unidades no ano passado.

Poucos sabem mas os preservativos convencionais não são um produto vegano. O seu componente principal é o látex, que é extraído das seringueiras, mas a composição contém também a caseína, uma proteína de origem animal, proveniente do leite, usada como lubrificante.

Uma empresa alemã, a Einhorn trocou a proteína animal por um lubrificante natural feito de plantas e só adquire látex extraído de forma ecológica e são contra a monoculturas da borracha em larga escala, que resultam em desmatamento. Além disso, compram a matéria prima de pequenos produtores na Tailândia, que não fazem uso de pesticida.

A startup alemã vendeu no ano passado mais de 4,5 milhões de preservativos e conseguiu absorver uma grande parte do mercado de preservativos, que vale 8 bilhões de dólares.

Veja a matéria completa Ōmiya

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *